Carlos Garaicoa: Ser Urbano

exposição gratuita
de 07.02 a 06.05
terça a sábado, das 10h às 19h
domingo, das 10h às 17h

*Última entrada até 30 minutos antes do encerramento

A exposição apresenta a produção recente de um dos mais conceituados artistas latino-americanos da contemporaneidade. Os trabalhos apresentados propõem reflexões acerca das relações entre arquitetura, urbanismo e geopolítica. Carlos Garaicoa, reconhecido internacionalmente por seu trabalho artístico sobre as cidades, traz para São Paulo uma mostra de oito trabalhos, entre instalações, vídeos, maquetes e desenhos, com curadoria de Rodolfo de Athayde.

De maneira delicada, seu trabalho dialoga com a complexidade presente nas cidades em um mundo globalizado, a partir do olhar de um artista nascido em Cuba. As obras apresentam a viagem criativa do autor, para quem a cidade tem papel fundamental.

Em que medida a arquitetura pode ser entendida como moldura de uma sociedade? Quais são seus papéis desempenhados num contexto de urbanização? Como ela se curva a eventuais pressões políticas, ideológicas ou mesmo sociais? A exposição apresenta de forma especial a poética do artista, que coloca em contraste questões sociais, econômicas e políticas que impactam diretamente na formação das subjetividades e dos conhecimentos do mundo contemporâneo.

O artista assume em seu trabalho as contradições intrínsecas às diferentes correntes do modernismo como agentes catalisadores de mudança e transformação social. A mostra abrange desde obras que se relacionam diretamente com o contexto cubano original do artista a produções feitas a partir do olhar de Garaicoa para as diferentes realidades do mundo, incluindo a brasileira.

Nascido em Havana em 1967, Carlos Garaicoa sempre se interessou pelas intervenções do homem no espaço público. Em sua juventude, trabalhou como desenhista no exército, produzindo mapas. As técnicas que aprendeu nesse período foram empregadas em sua produção artística, iniciada em 1989, quando, aos 22 anos, ingressou no Instituto Superior de Arte.

Em seus trabalhos, reflete sobre os usos da cidade e as possibilidades de construir alternativas aos modelos hegemônicos. Garaicoa é hoje um dos artistas mais respeitados do circuito contemporâneo internacional, embora mantenha o vínculo referencial criativo com Cuba. Sua obra abre um leque de temáticas universais, que refletem a experiência de uma vida de viagens contínuas, alternadas com sua estadia dividida entre seus estúdios de Madri e Havana.

COMO CHEGAR:
  • Porto Seguro
  • Gemma Restaurante
  • Teatro Porto Seguro